O Primeiro Passo para um PLM Efetivo

A velocidade com que os produtos e componentes têm sido gerados e demandados vem crescendo constantemente. Isso gerou um cenário em que seus ciclos de desenvolvimento tenham que ser reduzidos para poderem acompanhar essa nova dinâmica.

Como forma de acompanhar tais mudanças, muitas empresas que possuem algum tipo de desenvolvimento de produto acabaram adaptando suas cadeias de suprimentos de modo que cada integrante se especialize em uma etapa do processo (planejamento, manufatura, etc.). As informações relativas ao produto devem passar pelos integrantes da cadeia de modo rápido, correto e automático para que possa haver uma competição efetiva em com os padrões dos mercados internacionais (Saaksvuor & Immonen, 2004).

 

FIGURA 1 – sopa de letrinhas do gerenciamento de produto
FONTE: Saaksvuor & Immonen (2004)

 

Dentro da sopa de letrinhas presente no processo de gerenciamento do produto (Figura 1), um deles merece atenção especial: o PDM. Inicialmente chamado de EDM (engineering data management / gerenciamento de dados de engenharia), o Product Data Management (gerenciamento de dados do produto) é um dos elementos mais importantes do ambiente de PLM (Product Lifecycle Management / Gerenciamento do ciclo de vida do produto). O PDM é quem tem o poder de gerenciar todos os dados do produto criado e usá-los através do seu ciclo de vida. Ele deve ser capaz de prover a informação correta, na hora certa, no contexto correto e certo da primeira vez! Uma vez que ao longo do ciclo de vida do produto, a informação é algo vital (Saaksvuor & Immonen, 2004; Stark, 2015).

 

FIGURA 2 – principais pontos de ação do PDM

 

Essa gestão a que o PDM se propõe auxiliar e agilizar o desenvolvimento de produtos em cinco aspectos (FIGURA 2):

1) Proteção da propriedade intelectual: toda a documentação desenvolvida nos projetos faz parte da produção intelectual em que a empresa investiu tempo de pessoal. Assim, mantém toda essa massa de informações centralizada em um só lugar.

2) Reutilização de projetos: permite a reutilização de partes similares de projetos anteriores para evitar o retrabalho que não agrega valor ao projeto.

3) Eficiência: o acesso aos documentos é feito de uma forma muito mais ágil e correta, padronizando nomenclaturas e estruturas automaticamente.

4) Qualidade: a comunicação entre os responsáveis pelas revisões de versão e o envio da última versão para a manufatura com seus respectivos requisitos torna-se mais assertiva.

5) Tempo de go-to-market: considerando o ciclo de desenvolvimento do produto como um todo, há uma redução global de tempo. Isso permite que o produto tenha um tempo de projeto menor com a mesma qualidade, bem como um maior tempo de mercado por poder aproveitar melhor o timing de lançamento.

 

Buscando proporcionar aos seus clientes os benefícios listados pelo PDM, a APS3 associa o seu perfil de excelência com técnicos capacitados na solução de PDM mais avançada do mercado: o Teamcenter. Além dos benefícios já listados, há a possibilidade de integração com as principais ferramentas de CAD no mercado, não havendo a necessidade de migração da ferramenta já utilizada. Outro benefício do Teamcenter  é a facilidade na expansão para a ferramenta completa de PLM (Teamcenter), uma vez que um PDM adequado é o primeiro passo para um software de PLM efetivo e integrado.

No hall de soluções do Teamcenter (FIGURA 3), a primeira linha (Start) representa o PDM, onde as características básicas do produto serão listadas: design, documentos, lista de materiais (BOM) e processo (BOP).

 

 

 

Com essas especificações, dentro de um software com tempo de implantação de cerca de um mês e acessível a empresas de pequeno/médio/grande porte, já é possível dar um passo a mais na caminhada rumo à digitalização.

 

Sobre o autor: Gustavo Bernardi Pereira é consultor de PLM (Teamcenter) e de APS (Opcenter) na APS3, Engenheiro de Produção pela UFPR e Mestre em Mineração de Processos pela UFPR.

 

REFERÊNCIAS

Saaksvuori, A., & Immonen, A. (2004). Product lifecycle management

Stark J. (2015) Product Lifecycle Management. In: Product Lifecycle Management (Volume 1). Decision Engineering. Springer. https://doi.org/10.1007/978-3-319-17440-2_1

 

Postado por Gustavo Bernardi Pereira em 14/05/2020

 

Um comentário sobre “O Primeiro Passo para um PLM Efetivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *